Dilatação de estenoses benignas e malignas

Descrição

   Dilatação do esôfago é a técnica utilizada para abrir (dilatar) uma parte bloqueada ou estreitada do esôfago ou mesmo outros órgãos como intestino e estômago. Este procedimento é usado quando uma parte do órgão tornou-se tão estreita que se torna difícil, ou mesmo impossível e doloroso para engolir ou permitir o transito de alimentos e fezes.
   Esta é geralmente uma forma delicada e que envolve algum risco de tratamento porém se não for bem sucedida, uma cirurgia pode ser necessária . A cirurgia é uma forma muito mais extensa de tratamento, com um tempo de recuperação mais longo.

Doenças Relacionadas


   Inflamação da parte inferior do esôfago. Isto acontece geralmente pela exposição constante da parte inferior do esôfago ao ácido que retorna a partir do estômago. Com o tempo, isso causa cicatrizes e estreitamento do esôfago inferior.
   Anel Schatzki é um fino anel benigno (não-cancerosos) de tecido fibroso que contrai o esôfago inferior. A razão para isto não é bem conhecida.
   Acalasia é uma alteração da inervação da parte final do esôfago e do esfíncter esofágico inferior. O esfíncter esofágico inferior é uma zona de alta eletricidade entre o esôfago e o estômago que relaxa para permitir que o alimento passe para dentro do estômago. Depois de deixar o alimento passar, este contrai para manter a comida no estômago. Esta alteração da inervação pode ser congênita (presente desde o nascimento) ou adquirida pela Doença de Chagas. Isto pode causar contrações irregulares da parte inferior do músculo esofágico fazendo com que o esfíncter não se abra e assim não permitindo que alimentos e líquidos passem. O resultado é um bloqueio persistente da passagem do conteúdo esofágico para o interior do estômago.
   Estenoses podem acontecer pela ingestão de substâncias que danificam o esôfago. Alguns exemplos são os ácidos ou bases, tais como soda cáustica. Estes tipos podem ocorrer de forma semelhante no estômago principalmente no piloro, onde este pode se estreitar por tumores ou inflamações necessitando dilatações.
   Tumores, sejam benignos (não cancerosos) e malignos (cancerosos) também podem bloquear o esôfago, como também o piloro e o intestino deltado e grosso necessitando dilatações. São técnicas delicadas, sofisticadas, para cada uma existe um tipo de dilatador diferente, com custo e performance diferentes.

Ligue: (92) 98411-7655 | 3017-3679

Rua Acre, 4 - Salas 2 e 3 Térreo - Vieira Alves - Manaus - AM